O que é paginação de piso? Veja 8 dicas de como fazer!

A etapa de acabamentos de uma obra é tão importante quanto a construção. Para obter um bom acabamento é essencial pensar e especificar todos os detalhes. A seguir vamos te explicar o que é paginação de piso e apresentar 8 dicas de como fazer para transformar seu ambiente! Veja também sobre pisos para apartamento e escolha a melhor opção!

O que é paginação de piso?

A paginação de piso é uma estruturação da forma como os revestimentos devem ser assentados, nesse projeto é indicado onde a placa mestra ou a primeira placa vai ser assentada, para orientar as demais. A paginação sempre é representada em planta baixa, e possui diversos tipos de harmonização. Lembrando que a paginação deve ser pensada para evitar ao máximo a perda do material.

Paginação nas paredes e no teto?

Você sabia que o projeto de paginação não é feito apenas para o piso? Deve-se especificar a paginação de paredes e do teto se houver. Essa esquematização evita gastos desnecessários e garante agilidade na obra. Não há regras para as paginações, apenas deve-se levar em consideração o projeto e sua intenção.

O que é paginação de piso? Veja 8 dicas de como fazer!

Tipos de paginação

Veja a seguir 8 dicas de paginação de piso.

1. Alinhada

  • Provavelmente, é o tipo mais conhecido;
  • Nesse estilo, todas as peças são assentadas de maneira regular, com as bordas alinhadas entre si;
  • É uma das formas mais simples de compor um ambiente e que resulta em menos perda do material;
  • Os revestimentos ideais para esse tipo de paginação são os grandes formatos, e os quadrados;
  • Proporcionam amplitude visual a qualquer espaço, mesmo aos mais compactos.

2. Vertical

  • Muito utilizado em paredes, esse tipo de paginação é pouco comum para pisos;
  • É feito com revestimentos retangulares, esse padrão tem como eixo os lados de maior medida das placas, para resultar em um efeito de verticalidade;
  • Assim como a paginação alinhada esse tipo mantém as bordas dos acabamentos alinhadas, passando uma sensação de regularidade e estabilidade;
  • Dependendo do tamanho do revestimento e do ambiente, a perda do material tende a ser menor que outros tipos.

3. Horizontal

  • Ao contrário da paginação vertical, esse padrão dispõe os revestimentos de acordo com o eixo horizontal;
  • Esse tipo de paginação é muito usada em paredes como em pisos, especialmente em ambientes mais compactos, como banheiros;
  • Vale lembrar que, assim como os revestimentos anteriores, devido, ao alinhamento das peças, o percentual de desperdício das paginações até aqui é de cerca de 10%.

4. Diagonal

  • Nesse tipo de paginação, as peças com formato quadrado são assentadas de acordo com um eixo inclinado em 45°;
  • A paginação diagonal traz uma sensação de movimento ao ambiente e uma personalidade mais dinâmica;
  • Uma desvantagem da paginação diagonal é que ela gera uma perda de 20% a 25% do material;
  • Uma vantagem curiosa, é que o alinhamento diagonal das placas é capaz de reduzir o ruído causado por rodas de carrinhos ou malas;
  • Esse tipo de padrão adapta-se muito bem a quase todo tipo de ambiente residencial, comercial e corporativo.

5. Espinha de peixe

  • Esse esquema é feito com peças retangulares, assentadas em zigue-zague e inclinadas a 45°.
  • Os revestimentos mais utilizados para esse padrão são, a madeira, cerâmica e azulejo;
  • Muito utilizado em paredes, porem também encontra-se em pisos;
  • Cria um clima ao mesmo tempo clássico e moderno, com irreverência e sofisticação;
  • Os pontos negativos dessa paginação são a necessidade de mão de obra especializada para realizar o assentamento e os cortes necessários, além do desperdício de material, que pode chegar a 30%.

6. Escama de peixe

  • Assim como a espinha, a paginação em escama de peixe também é ao mesmo tempo elegante e divertida. Muito utilizada nas paredes também;
  • A diferença entre o anterior é que na escama de peixe, as placas são encaixadas um no sentido vertical e o outro no sentido horizontal, obedecendo sempre ao ângulo de 90° entre elas;
  • Também como no tipo anterior, resultada em um ambiente encantador, porem é necessário mão de obra especializada;
  • A perda de material, também permanece em torno de 30%.

7. Transpassado ou tijolinho

  • A paginação de piso com transpasse consiste em placas instaladas lado a lado, mas deslocadas de modo a desencontrar os finais;
  • Utiliza revestimentos retangulares para esse tipo de padrão; O resultado se assemelha a uma parede de tijolos;
  • Esse tipo de padrão é muito usado tanto em paredes como em pisos;
  • Atualmente, os pisos transpassados são preferência de muitos consumidores devido à qualidade do efeito final e do estilo despojado;
  • Dependendo do tamanho do revestimento e do ambiente, a perda do material é baixa.

8. Dama

  • Nesse tipo de paginação, assenta-se um conjunto de placas na horizontal o outro na vertical paralelos;
  • Assim como escama e espinha de peixe, esse padrão da um ar de movimentação no ambiente;
  • Utiliza-se revestimentos retangulares para o assentamento;
  • Em geral essas paginações que criam movimentos e são mais desenhadas, geram maior perda de material.

Cuidados na compra do material para paginação

Agora que você já sabe os tipos possíveis de paginação, vamos apresentar dicas importantes para não errar na compra.

  • Compre pelo menos 10% a mais de material em caso de assentamento convencional e 15% a mais para assentamentos em diagonal;
  •  Esse material a mais serve como uma medida de segurança para possíveis acidentes que aconteçam durante ou pós obra;
  • Esses valores dependem do tamanho do ambiente e da mão de obra especializada;
  • Atente-se para comprar o mesmo lote de revestimentos ou lotes parecidos. Lotes diferentes podem alterar a cor e o desenho do material e  causar diferenças visíveis no resultado final.

Gostou das dicas? Veja mais dicas sobre pisos em JS arquitetura. Contrate um arquiteto!