Piso para Cozinha - Quais os tipos mais indicados?

Escolher um piso para cozinha não é uma tarefa fácil, é preciso estar atento a funcionalidade do espaço. A cozinha está em constante contato com água, gordura e fumaça, por isso o piso deve ser fácil de limpar e durável. Além disso é necessário pensar no estilo do ambiente antes de escolher o modelo ideal. Atualmente existem materiais, cores e texturas diversificados no mercado. Hoje vamos te apresentar as vantagens e desvantagens de 7 tipos de piso para cozinha. Veja também Cozinha Planejada Pequena – Conheça 5 tipos.

Cerâmica

Vantagens:

  • Possui baixo custo;
  • Resistente a água e manchas;
  • Alta durabilidade;
  • Grande variedade de modelos;
  • Facilidade na limpeza.

Desvantagens:

  • Pisos semelhantes como o porcelanato ganha na resistência e durabilidade;
  • Material pesado.

Porcelanato

Vantagens:

  • Possui enorme variedade de cores, texturas e acabamentos;
  • Resistente a água e manchas;
  • Alta durabilidade;
  • Facilidade na limpeza.

Desvantagens:

  • Possui custo médio/alto dependendo da localidade;
  • Material pesado;
  • O acabamento polido não é indicado para cozinha por ser escorregadio.

Piso para Cozinha - Quais os tipos mais indicados?

Mármore

Vantagens:

  • Traz um ar de elegância e modernidade ao ambiente;
  • Grande variedade de estampas e cores;
  • Facilidade na limpeza do dia a dia.

Desvantagens:

  • Custo alto;
  • Baixa resistência a manchas e arranhões;
  • Necessita de manutenção ao longo do tempo.

Granito

Vantagens:

  • Possui variedade de cores;
  • Traz elegância e estilo ao ambiente;
  • Grande durabilidade.

Desvantagens:

  • Deve ser impermeabilizado pois é um material poroso;
  • Se torna escorregadio em contato com a água;
  • Custo alto;
  • O acabamento polido não é indicado para cozinhas.

Ardósia

Vantagens:

  • Traz estilo e personalidade ao ambiente pois as peças não são idênticas;
  • Resistente a riscos;
  • Possui baixa porosidade;
  • Facilidade na manutenção do dia a dia.

Desvantagens:

  • Custo médio;
  • O acabamento polido não é indicado para a cozinha;
  • Necessita de cuidados na manutenção ao longo do tempo;
  • Material pesado.

Cimento queimado

Vantagens:

  • Alta durabilidade;
  • Traz elegância e personalidade ao ambiente;
  • Facilidade de limpeza;
  • Custo do material baixo.

Desvantagens:

  • Necessita de mão de obra especializada;
  • Custo da mão de obra alto;
  • Pouca variedade de cores.

Ladrilho Hidráulico

Vantagens: 

  • Traz grande estilo ao ambiente;
  • Instalação simples;
  • Grande variedade de cores e estampas;
  • Fácil de limpar.

Desvantagens:

  • Material muito poroso;
  • Necessita de resina, caso contrário pode manchar;
  • Custo alto.

Conclusão

É fato que existem vários tipos no mercado. A escolha ideal irá depender das suas necessidades e quanto está disposto a investir. Caso tenha pouco orçamento escolha os pisos básicos de cerâmica ou porcelanato pois são práticos e duráveis. Mas se deseja um ambiente mais elegante e moderno invista em pedras naturais, mas saiba que esse material requer mais cuidado.

Lembre-se que um resultado satisfatório depende de um bom projeto. Contrate sempre um profissional capacitado, economize seu dinheiro com gastos desnecessários e evite dores de cabeça. Saiba mais e entre em contato! Faça seu orçamento gratuitamente.